“A Poeta X” narra as angústias de uma adolescente com poesia

O livro “A Poeta X”, de Elizabeth Acevedo, é best-seller do New York Times. Só por isso, ele já merece aquela levantada para ler a orelha em uma livraria. Mas a obra é mais: é um retrato de uma adolescente que não se encaixa.

Xiomara Batista sente que sua voz não é ouvida. Moradora do Harlem, e com ascendência da República Dominicana, a menina se sente presa em um mundo onde a religião (algo que ela questiona fortemente) controla tudo — e onde adolescentes demonstram interesse nela de forma nada agradável e adequada. 

0006AFD1-761A-4AB3-BD76-6A53C73032F0

Ela quieta, mas curiosa. Quer saber, mas é podada é moldada para ser quem não é. Muitos adolescentes vivem nessa angústia de não conseguir se expressar. Xiomara conta sua vida em poemas nesse livro. É o jeito a desenvolveu para abrir o coração sem ser julgada.

Conhece alguma adolescente passando por uma fase difícil? Indique esse livro para ela!

O livro Poesia que Transforma pode, sim, transformar sua vida

Quando peguei esse livro na mão pela primeira vez eu me perguntei: “Esse não é o poeta da Fátima Bernardes?”. E era. Assisti Bráulio Bessa declarando uma vez no Encontro e isso me marcou. Mas sabe o que é mais legal? É que com ele você ainda acaba conhecendo um pouco melhor a poesia de cordel, gênero muito popular no Nordeste e que ganhou na última quarta-feira (19/9) o título de Patrimônio Cultural Imaterial Brasileiro pelo Conselho Consultivo do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Muito merecido!

Voltando, Bráulio até fala da passagem que eu assisti no livro Poesia que Transforma, onde mistura seus poemas com a história de sua vida e como se tornou poeta. Bráulio foi convidado algumas vezes para participar do programa da Globo, mas no dia 8 de outubro de 2015 foi uma data marcante. Ele declamou “Orgulho de ser Nordestino”, data que é comemorado o Dia do Nordestino. Foi isso que assisti e não esqueci mais.

Em seus poemas a gente sempre acaba pegando uma mensagem de seguir em frente, de cair e levantar, de acreditar, de se dar oportunidade para fazer algo, falhar e tentar de novo. É bastante inspirador e serve como incentivo para aqueles dias que a gente acha que tudo está dando errado. #QuemNunca

Tem um trecho de uma poesia que ficou se repetindo na minha cabeça por um bom tempo depois de ler o livro:

“Quando a vida bater forte

e sua alma sangrar,

Quando esse mundo pesado lhe ferir, lhe esmagar…

É hora do recomeço.

Recomece a LUTAR”

Recomece, Bráulio Bessa

O livro O Amor Existe é uma grande declaração

Antes de começar a escrever sobre esse livro, vou fazer uma declaração bombástica sobre eu mesma: sou zero romântica. Então quem me conhece pode se surpreender ao saber que meu livro queridinho da semana é O Amor Existe (@oamorexiste), de Leandro Neko (@leandroneko, no Instagram).

O livro, que surgiu de um movimento na internet, é cheio de declarações de amor. Algumas fofas, outras mais intensas… De toda forma, o sentimento é protagonista entre as 111 páginas da obra.

o amor existe capa livro

 

Olha, tem horas que os poemas me lembram aqueles posts apaixonados que tem gente que escreve de forma “anônima” no Facebook na esperança que a mensagem chegue no crush. Em outras, é mais uma reflexão da importância que aquela pessoa que está do seu lado tem em sua vida.

Esse é o tipo de livro que chama atenção na livraria, que dá vontade de folhear e levar para casa. Vale a pena investir e sentir o coração quentinho.

Gosto Dela Livre é um livro de poemas emocionante

É muito raro eu ler um livro de poesia, admito. Não os busco nas livrarias, mas tenho zero preconceitos. É uma falha mesmo. Preciso me lembrar de comprá-los com mais frequência. Por isso me animei ao ver o Gosto Dela Livre, escrito pelo poeta Atticus – do perfil @atticuspoetry que você pode encontrar no Instagram.

Antes de achar que poesia não é para você, derrube preconceitos. Poesia pode ser, sim, algo que você curte ler. Existem vários tipos, de vários temas, de diferentes formatos… Um deles pode se encaixar em seu gosto. Dê essa chance.

capa do livro gosto dela livre
Com esse livro mesmo, me emocionei. Várias vezes. E são poemas curtos, a grande maioria de estrofes únicas com cinco frases e essencialmente falando de amor. É fácil de se identificar com sentimentos intensos, de ver partir, de querer um amor livre – de deixar ir e querer que fique.
Quem sabe não é com esse livro que você descobre uma paixão por poemas?