A História do Cinema para Quem tem Pressa conta de forma didática como surgiu a diversão nas telonas

Você já parou para pensar como surgiu o cinema? Com uma simples busca no Google é possível determinar como essa forma de entretenimento ganhou força no mundo, mas quem estuda de fato o assunto dá uma leve desconfiada dos irmãos Lumiére, afinal muito contribuíram para que o cinema que a gente vê hoje existisse.

No livro A História do Cinema para Quem tem Pressa, de Celso Sabadin (Editora Valentina), você dá uma volta no tempo desde meados de 1800 (voltando ainda mais quando cita-se movimentos milenares) até  quando já chegamos ao nível de franquias e remake, fazendo uma análise de como surgiu essa diversão das telonas – que hoje conseguimos viver até em versão 4D.

unnamed.jpg

Para quem diz que irá contar a história com pressa e resumidamente, eu até achei o livro bem detalhado, sem ser superficial e nem tão direto em suas explicações. Você vai aprendendo aos poucos como a ciência e a humanidade influenciaram essa forma de arte tão apreciada e reconhecida hoje em dia.

É bacana ver, depois de passar pelos primórdios, guerras, TV, festivais, cinema francês, a influência da Rússia, entre tantas outras coisas, o cinema tenha atingido o nível atual. Toda a galera que se dedicou para que essa arte se tornasse realidade merece um Oscar.