“Fique Comigo” é um livro intenso que vale cada página

Eu poderia definir “Fique Comigo”, da autora nigeriana Ayòbámi Adébáyò, com uma palavra: poderoso. Que narração, que história, que construção de texto! 

Não à toa, em 2017, esse livro foi eleito um dos melhores do ano pelos jornais The New York Times e The Guardian, e pela revista The Economist. Desde a primeira página você já sente o sofrimento e a angústia da protagonista.

fique comigo

A história não é daquelas felizes: Yejide é casada por um marido, que pela narração, é muito apaixonado por ela. Mas como não consegue engravidar a pressão da família em uma Nigéria na década de 1980 se torna muito intensa, até que uma nova esposa aparece. 

Você vê como ela sofre com o desejo de ser mãe e de não conseguir, com a vontade do marido de não ter outra mulher, mas fazê-lo pra que a família os deixe em paz, com o julgamento e a tensão que o país está vivendo naquela época.

Já li alguns livros muito bons, mas esse realmente é surpreendente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s