“36 perguntas que mudaram o que sinto por você” é uma mistura de romance com ciência

Amor é algo complicado de falar, complicado de entender, complicado de comparar… Cada um sente e se apaixonada de uma forma única. Inclusive, essa é grande parte da graça desse sentimento. Só que a ciência arrumou uma forma de fazer com que a gente se apaixone por qualquer pessoa –  ou pelo menos é nisso que o pesquisador Arthur Aron acredita.

O psicologista desenvolveu um formulário com 36 perguntas em 1997 que, quando respondidas com sinceridade podem, supostamente, fazer com que duas pessoas se apaixonem. O livro “36 Perguntas que Mudaram o que Sinto por Você” construiu um romance em torno disso. 

unnamed

Hildy e Paul se voluntariaram para uma pesquisa feita por uma universidade. Ela, por querer fazer um bem a ciência. Ele, pelos 40 dólares que eram oferecidos aqueles que topassem responder as 36 perguntas com um parceiro determinado pelo pesquisador. De cara a relação entre eles, digamos, não foi das melhores, mas eles tinham um estudo para concluir. Os dois são, claramente, muito diferentes um do outro. Então fica aquela dúvida conforme vamos lendo se deu certo ou não o lance das perguntas. 

O que mais chamou minha atenção na história é a forma como ela foi escrita. Tem texto corrido, diálogos, mensagens… A gente nunca cansa de ler e sempre se depara com uma nova maneira de ver a trama. 

E você: acredita que é possível se apaixonar só com 36 perguntas?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s