“A Menina da Montanha” é uma história como só a educação pode mudar o mundo

Um belo dia, uma amiga minha (a @dabarbara) me mandou uma mensagem perguntando: “Você já leu Educated?”. (nome original do livro em inglês) e me deu o toque: “A Michelle Obama leu, a Ellen DeGeneres, o Bill Gates… Todo mundo só fala disso”. E era verdade. Esse livro está há 18 semanas na lista dos mais vendidos do New York Times e, apesar de ser uma biografia, consegue trazer um reflexo com a sociedade atual, que hoje vive dividida e focada nos extremos.

Tara é uma menina que cresceu em uma família mórmon com pais extremamente fanáticos em uma montanha em Idaho. Ela e seus seis irmãos eram proibidos de frequentar a escola, de ir ao médico… Basicamente de interagirem com a sociedade. Tudo era resolvido com as ervas que a mãe manipulava. Isso sem contar que, constantemente, estavam se protegendo do fim do mundo.

IMG-3109

Trabalhando em um ferro-velho ao lado dos irmãos, a família sofreu acidentes, queimaduras, cortes e danos gravíssimos: tudo sem nunca irem ao hospital. Escolas e médicos eram uma teoria do governo para os controlar e absolutamente contra as leis de Deus. Para vocês terem uma dimensão, Tara so teve sua certidão de nascimento tirada quando tinha nove anos.

Na adolescência, ela decidiu estudar por conta própria para o vestibular dos americanos e acabou entrando na universidade sem nunca ter sentado em uma escola formal. Mal dá para dizer que eles eram educados em casa, porque a vida consistia em trabalhar e se preparar para um apocalipse que nunca chegou.Com a dedicação e vontade de aprender, Tara acabou em universidade como Cambridge e Harvard, e foi só aí, que conseguiu ter uma visão mais ampla do mundo – ainda duvidando de si mesma várias vezes.

 

O fanatismo, o medo e o extremismo colocou a família dela em um completo isolamento. Claro que nem todos os mórmons são assim. Claro que tem extremistas em todas as religiões. O ponto aqui é que, só a educação foi capaz de transformar o seu mundo (e de outros três irmãos que deixaram a montanha em Idaho para aprender).

 

Ela enfrentou diversas barreiras que poderia ficar um dia inteiro aqui listando, mas acho que a maior lição que tirei é essa: estude! E, ah, no caso de Tara, também foi preciso coragem, pois ela foi isolada da família por ter procurado conhecimento. Não era mais digna de estar perto deles porque não seguia mais cegamente o que o pai dizia sobre a igreja. Triste demais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s