O Fantasma de Canterville era para ser uma história de terror, mas é de redenção

Você já deve ter ouvido falar do nome Oscar Wilde, mas já leu algum livro dele? Se não, dá para começar com uma história fácil, divertida, que não deixa de ter uma mensagem forte. Apresento a você O Fantasma de Canterville.

Na história, uma família americana compra uma grande mansão inglesa conhecida por ser assombrada. Os Otis não acreditam em histórias de fantasmas, então não deram a mínima aos avisos feito pelo antigo dono. Que, por sua vez, tinha razão…

De fato a casa era mal assombrada, só que em vez de ter medo do fantasma, o sir Simon Canterville, que estava fazendo seu trabalho de amedrontar os moradores da mansão há 300 anos, eles resolvem interagir com ele: para o bem ou para mal. Vezes dão óleo para as algemas que ele leva nos pés pararem de fazer barulho, outras pregam peças, dão remédio para gripe…

IMG-0697

O desinteresse é tanto que o fantasma meio que desiste de assutá-los. Nada funcionava mesmo! Ele só queria dormir… É aí que entra a relação dele com uma das filhas dos Otis e a tal redenção que falei lá no começo.

Não posso contar mais para não dar spoiler, mas fica aqui uma reflexão: às vezes, até as almas mais perturbadas, precisam de apenas uma coisa: uma mão amiga.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s