Razão e Sensibilidade é um dos grande sucesso de Jane Austen

“Razão e Sensibilidade” talvez seja a segunda obra mais famosa de Jane Austen, depois de “Orgulho e Preconceito”. Mas, se você olhar de perto, o comportamento das irmãs, Jane e Lizzie, Marianne e Elinor, é bastante semelhante: uma é mais sentimental e a outra mais racional.

Em “Razão e Sensibilidade”, a morte do pai de Marianne e Elinor faz com que elas percam a vida que tinham antes. A herança foi para o irmão mais velho delas, John, o que as colocou no olho da rua (depois de ser pilhado pela mulher a não ajudá-las). Por isso, deixaram a casa onde moravam para ter uma vida muito humilde. Para mim, uma grande injustiça, porque a herança só poderia ser dada aos homens…

IMG-0292.JPG

Na nova casa, elas conhecem pessoas diferentes e, sim, encontram o amor. A história de Marianne é mais dramática. Ela se joga de cabeça, ama muito e se entrega. Já Elinor é tão reservada que, às vezes, deixa em dúvida se realmente está interessada – e ela se fecha ainda mais quando acha que seus sentimentos não são correspondidos.

Como uma boa história de Jane Austen, estamos falando de um final feliz (mesmo que a própria vida da autora não tenha tido um). Dizem que esse foi o primeiro romance publicado pela inglesa em 1811. O que eu digo sobre isso? Começou bem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s