Atriz Fernanda Rodrigues escreveu um livro sobre maternidade. Saiba mais sobre “Meu Jeito de Ser Mãe”

Essa resenha foi escrita por Bárbara dos Anjos Lima

A atriz Fernanda Rodrigues você provavelmente já conhece. Ela fez sucesso e marcou época como Luísa, a protagonista da primeira temporada de Malhação (1996) e recentemente viveu a vilã Fabiana, na novela das 9 O Outro Lado do Paraíso. Desde 2015, Fernanda também é apresentadora do programa Fazendo a Festa, do canal por assinatura GNT, que produz festas infantis. Talvez por causa do programa seu nome tem sido mais ligado ao tema infância e maternidade nos últimos tempos. Mas a verdade é que ela escreve um blog sobre o tema, o Cheguei ao Mundo, desde que a filha tinha dois anos. Fernanda “virou” escritora quando sua primogênita Luisa, nasceu. Fazia textos sobre sua rotina e as novidades da vida da bebê e enviava aos familiares. Depois, começou o blog. Agora, lança o livro “Meu Jeito de Ser Mãe” (Fontanar) sobre suas aventuras criando Luisa, 9 e Bento, 2.

A encontrei rapidamente na ComicCon no começo de dezembro e contei que tenho uma filha de 6 meses ( a Beatriz ❤️), havia comprado o livro pela internet mas tinha recebido ainda. Fernanda foi muito fofa e disse “espero que o livro te ajude”. Cheguei em casa naquele dia e recebi um pacote das mãos do porteiro. Era o livro! Comecei a ler na manhã seguinte e terminei no mesmo dia!

unnamed

São 254 páginas, divididas em capítulos curtos com temas relacionados as suas experiências como mãe. De forma leve, Fê (aquela que faz a íntima) divide suas histórias num viés positivo e bem inspirada no que ela fala ser seu lema de vida:  “tudo passa” ( eu ainda acrescentaria: e a gente sente saudades!). Mas, importante, sem deixar de falar de algumas dificuldades como uma doença inesperada do filho, a mastite que sofreu ao amamentar ou como lidar com as birras dos “terrible two” do pequeno. Tudo com leveza e pitadas de bom humor. Ah! Importante: em diversas passagens, especialmente as de assuntos de saúde, o livro traz informações técnicas de médicos como obstetra, pediatra. e dermatologista.

No fim, o que mais gostei do livre foi o jeito leve de ver a maternidade – e a vida! Aliás, a Fernanda não sabe, mas somos parecidas nesse aspecto – será por sermos librianas e fazermos aniversário com 1 dia de diferença (eu dia 20/10, ela dia 21/10)? Gosto da ideia da maternidade ser tratada de forma real: não romantizada – como era muito comum antigamente – mas também não burocratizada ou dramática. Existem dificuldades, claro. Para mulheres que optam em ser mães, a maternidade é sim, um período transformador, que traz mudanças significativas que mexem com a gente, mas, que trazem muito amor e alegria. Pela minha experiência de mãe novata e de primeira viagem, falar sobre as suas incertezas, dividir dúvidas e pedir conselhos ajuda a “virar a chave” da maternidade de forma mais leve. Esse livro é uma ajuda.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s