Você vai gostar de ler O Manual para Românticas Incorrigíveis

Você faz o tipo romântica à espera do cara perfeito? Kate Hetherington sim. A protagonista do livro Manual para Românticas Incorrigíveis tem uma expectativa tão alta de que esse cara perfeito existe, que virá em um cavalo branco (segundo a própria, ela aceita um bege) que está encontrando dificuldades para ter um relacionamento fora da fantasia. Eu, que me considero bem pouco romântica, até entendo o desejo de Kate, mas acho aflitivo viver com essas expectativas.

Para dar jus ao nome da história, a protagonista descobre o livro Manual para Românticas Incorrigíveis, escrito na ficção em 1956, onde a autora dá dicas do que ela pode fazer para encontrar o “marido perfeito”. Até Kate admite que ele é cheio de ideias ultrapassadas e machistas, mas resolve tentar algumas manobras sugeridas — como mudar o caminho que faz todos os dias ou sempre sorrir nas horas de nervoso —, mesmo assim.

manual de uma romantica incorrigvel

E, como uma boa comédia romântica, a história fica engraçada, tem acontecimentos desastrosos, encontro com os amigos e… caras que podem fazer parte da vida de Kate. Mas não vou falar mais para não dar spoiler do final.

Gemma Townley escreve de forma semelhante a Sophie Kinsella e Meg Cabot, autoras bem conhecidas por suas obras no estilo chick lit. Boa leitura!