Mas Tem que Ser Mesmo Para Sempre? é uma reflexão sobre o tempo dos relacionamentos

Saudade da Sophie Kinsella? A autora, famosa por Os Delírios de Consumo de Becky Bloom e O Segredo de Emma Corrigan, volta às prateleiras das livrarias com uma comédia romântica muito engraçada.

Em Mas Tem que Ser Mesmo Para Sempre? (Record), ela narra a história de Sylvie e Dan, um casal que está junto há 10 anos e que, após um check up médico, descobriu que têm chances de viver até os 100 anos. O que significa, matematicamente, que eles terão mais cerca de 70 anos para ficar do lado um do outro.

1

Seria lindo se não fosse um choque. Quando você disse que ficaria com seu parceiro “até que a morte nos separe” imaginou que seria tanto tempo assim? Sylvie e Dan não. Por isso, resolver começar a fazer surpresas para evitar que as próximas décadas sejam tediosas.

De uma maneira leve, divertida e engraçada, Sophie levanta uma questão muito relevante em relação aos relacionamentos. A gente não sabe quanto o “para sempre” irá durar. E, começando um relacionamento aos 20 anos, como os personagens, você está deixando claro que dedicará toda sua vida a só um parceiro.

Eu, que já namoro há nove anos, não me assusto. Mas entendo quem toma um choque. Quem sabe as dicas do casal de Sophie pode aliviar um pouco os corações?